Marina Silva
REDE

Nota de esclarecimento à imprensa e à sociedade

Em relação às notícias que veicularam nesta quinta (2) na imprensa após os depoimentos do empresário Marcelo Odebrecht ao TSE, esclareço que não houve caixa dois em nenhuma das campanhas em que fui candidata à Presidência da República. Todas as doações feitas em 2010 e 2014 foram limpas e sem nenhum tipo de acordo espúrio. Em um momento de profundo descrédito da sociedade brasileira com a política, estão querendo “estancar” a operação Lava-Jato e incluir todos no mesmo mar de lama. A acusação feita ao TSE deve constar também da delação à operação Lava-jato, que, assim como o TSE, dispõe dos meios para comprovar ou não sua veracidade. Confio na Justiça e defendo a urgência para mudar o sistema político corrompido e viciado que tem maculado nossa democracia. Qualquer acusação de ilegalidade de doações recebidas nas minhas campanhas à Presidência da República é caluniosa e deve ser rigorosamente investigada para que não paire nenhuma dúvida e suspeita. Ninguém está acima da lei. A operação Lava-Jato está trazendo uma enorme contribuição ao país. As investigações e o trabalho da Polícia Federal, do Ministério Público Federal e da Justiça têm todo o meu apoio.

Comentários

Conteúdo relacionado:


Artigo Valor: O sentido da perda

+ Leia Mais

Artigo Valor: Arquiteto de ruínas

+ Leia Mais

Artigo Valor: O lado esquecido da crise

+ Leia Mais

Continue navegando: