Democracia só será consolidada quando o Brasil garantir a plena participação dos negros na vida social do país

Somos o país que mais teve escravos entre as Américas e o que mais demorou para encerrar formalmente esse processo cruel e desumano. O encerramento formal da escravidão em 1888 não impediu que as suas consequências se estendessem para marcar a pele dos que são negros até os dias atuais de formas muito violentas e agressivas.

Os negros são a maioria da população brasileira. Esse não é apenas um dado demográfico, seu significado político é agudo: enfrentar o racismo estrutural, reparar os mais de 500 anos de discriminação e garantir a plena participação dos negros na vida social do país significa a consolidação de nossa democracia.

Para isso a garantia dos direitos da população negra, a manutenção das ações afirmativas e de promoção da equidade que visem ampliar o acesso à educação superior e à terra, bem como o fortalecimento de iniciativas empreendedoras e o enfrentamento do racismo precisam continuar e ser aperfeiçoadas para que possamos realmente promover a igualdade e a justiça em plenitude para todos os brasileiros, independentemente de sua cor, conforme preconiza a nossa Constituição Federal.