Sumida das Páginas Policiais

O discurso de que “Marina está sumida” ou “só aparece em época de eleição” é repetido à exaustão por páginas na internet e comentários robotizados com o objetivo de diminuir e silenciar a sua voz. Marina está sumida do noticiário por não estar envolvida nas delações, condenações, prisões, escândalos de grampos e malas de dinheiro. Marina não é investigada pela operação Lava Jato.

Fora do período eleitoral, Marina fez mais de 600 palestras passando por todos os estados brasileiros e em quase todos os países da América Latina. Foi convidada para palestrar em universidades de prestígio internacional como Sorbonne, Columbia, Harvard, MIT, Chicago e Brown. Também esteve na Europa e na Ásia, conhecendo iniciativas inovadoras voltadas para o desenvolvimento sustentável.

Depois das eleições de 2014, Marina voltou à sala de aula para trabalhar e “ganhar o pão de cada dia”, como costuma dizer: “sou uma professora, fui convidada pra dar aula na Fundação Dom Cabral, porque um político que não tem nenhum envolvimento em casos de corrupção, depois que termina o mandato tem que voltar a trabalhar, e foi isso que eu fiz”.

Não vale tudo para ganhar uma eleição